quinta-feira, 17 de junho de 2010

Enquanto as mulheres esperam nós preparamos o presente




Sábado, dia dos namorados. Dia de gravação e de vários convidados especiais aparecerem juntos. Tempo de lembrar de um passado recente que o tempo vai distanciando aos poucos.
8 da manhã, ressaca moral. Ressaca não, logo percebo que ainda estou bêbado. A avenida baila na minha frente. Estou a caminho da barra, som no talo com Stones tentando me acordar. Primeira parada: Eduardo Luedy, parceiro de “narcisos” e convidado muito especial que vai colocar (lá ele) os violões, a cereja pro nosso bolo. Em seguida uma passada para pegar o mega astro da mpb da Bahia, digo do rock baiano: Paquito.



O telefone toca e Heyder avisa que já esta chegando ao estúdio, na hora marcada. Pisando fundo lá vamos nós, umas “flores do mal” num dia romântico. O telefone toca de novo: o grande guitarrista Paulinho Oliveira esta a postos pronto pra pegar o bonde pro sucesso. O detalhe é que tinha combinado com ele e a bebida me fez esquecer, mas no fim deu (lá ele) tudo certo. Pé na estrada desta vez ouvindo a musica nova de Paulinho.
<

Vandex e seus botões estão preparados: gravando.
Não precisa dizer mais vou falar assim mesmo: coisa de primeira.


Paquito arrasou em “Cristo de Pedra” que logo depois ganhou a guitarra mágica de Heyder Carvalho.


Os deuses já estavam sorrindo, as “nossas” mulheres talvez não. Mas quando elas ouvirem o que foi gravado com certeza recompensarão os seus “homens”.
Paulinho Oliveira abriu a distorção e sua guitarra ecoou possante pelos quatro cantos do estúdio. Rock é rock mesmo.Ai chegou à hora do violão surreal de Eduardo Luedy, os narcisos do mundo sorriram e sorrirão cada vez que ouvirem esta interpretação.
Pronto o dia tava ganho, deixamos de ver o jogo da Argentina, perdemos o dia gravando, mas o jogo teve um grande vencedor: nós.
E em breve: vocês! Eu creio.

2 comentários:

  1. a expectativa cresce pra ouvir esse disco, hein?! parece q tá ficando bom! abração!

    ResponderExcluir